• SAUDADE !

    Eu sinto saudade, e você ?
    A saudade para mim é como uma dor, ela muda de intensidade conforme o dia. Muda também conforme o que ou quem é o dono dela.
    Para mim a saudade não é bem-vinda. Toda vez que ela me visita eu fico triste, melancólica.
    Ela me visita muitas vezes .... lembranças da infância, de quando eu corria ao portão para abraçar meu pai que voltava do trabalho, quando eu brincava no monte de areia do quintal, quando assistia na tv meus desenhos favoritos.... Saudade sem fim de minha querida avó, que não dormia antes de me contar uma história, saudade do pão que ela fazia, da sua voz, do seu carinho...
    A saudade é uma dor que permanece, fica em algum lugar escondido do nosso coração e de vez em quando ela aparece de surpresa. Pode ser um perfume, uma foto, uma voz, uma frase qualquer, e de repente, lá vem ela, a danada da saudade nos surpreender de novo e de novo. E por mais que tentemos esquecer, parece que aí sim é que ela insiste em aparecer.
    A ausência do ser amado é uma saudade que sempre foi cantada em prosa e verso. Não sem razão, já que quando nos apaixonamos o simples fato de estarmos longe da pessoa amada já nos causa um aperto no coração, ansiamos por estar juntos, olhar nos olhos, sentir o cheiro, o toque, trocarmos carinho. Temos fome de amor e atenção... e quando nos vemos sós, a saudade logo vem nos abraçar !
    Eu gostaria que a saudade não existisse.... acho que estaríamos melhor sem ela. Viveríamos com as lembranças do passado, mas elas não nos afetariam tanto. O presente seria vivido a cada dia de modo mais fácil, pois a saudade muitas vezes "emperra" nossas vidas. Quantas vezes você já ouviu alguém dizer que "morre de saudades de fulano"  e por isso não pode ter um novo amor ?
    Acho que a saudade de um amor que acabou só perde para a saudade de alguém que já morreu, pois essa é a mais difícil, a mais dolorida, a mais sentida, a mais infinita. É certo que ela causa um sentimento todo próprio, cada um tem seu modo de sentir, mas para mim toda saudade deveria ser breve, e não ficar machucando aos poucos.
    Tem uma definição de saudade de Clarice Lispector, que eu gosto muito:
    "Saudade é um pouco como fome. Só passa quando se come a presença. Mas às vezes a saudade é tão profunda que a presença é pouco: quer-se absorver a outra pessoa toda. Essa vontade de um ser o outro para uma unificação inteira é um dos sentimentos mais urgentes que se tem na vida."

    Profunda essa definição, não é ? Pois é, infelizmente, mesmo eu não querendo e não gostando, eu sinto saudades como todo mundo, e vou continuar sentindo sempre. Afinal, no coração e nas lembranças a gente não consegue completo domínio.

1 comentários:

  1. Ivete disse...

    adorei amiga.. Saudades, percebemos que ela é a maneira mais certa de vermos o quando gostamos de alguém, bjsss.

Postar um comentário